priv

Brasília — Em entrevista coletiva, o Presidente Michel Temer, acompanhado de ministros, anunciou a privatização do estado do Rio de Janeiro.

Segundo o presidente, o objetivo é arrecadar dinheiro com a venda, o que é necessário em tempos de crise, mas também se livrar do estado.
“[…] Estive conversando com especialistas no assunto e constatamos que o estado do Rio é o apêndice do Brasil. De nada serve, causa problemas, por isso privatizá-lo-ei”. — disse o pmdbista.
Quando questionado por jornalista que tipo de empresa compraria o estado e porquê, o presidente respondeu:
“Qualquer empresa, seja nacional ou internacional, qualquer empresa interessada em mão-de-obra barata ou escrava […] Sim, os cariocas vão juntos e os cariocas que moram em outros estados também”.
Já quando o jornalista referiu-se ao valor, Temer desviou do assunto:
“O Rio será leiloado. Leva quem pagar mais, simples assim. A única condição que o Governo exigirá é a construção de um muro igual do Trump, mas sem portão para que eles (os cariocas) não saiam de lá”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here