Neste domingo (11), em São Paulo, o presidente Michel Temer fez um de seus pronunciamentos públicos sobre a reforma da previdência. Mas o que marcou o momento foi o quando um professor de história da USP invadiu a coletiva e começou a gritar palavras de ordem como “Fora Temer”. Ao perceber que tais palavras não alteravam em nada o semblante do presidente, o professor teve uma crise convulsiva. Relatos de um jornalista que acompanha a coletiva afirmam que antes das convulsões, o professor tirou a camisa e jogou um pedaço de alho no presidente , que continuou imóvel e sem reação. A segurança presidencial o levou para um local seguro e a acessória ainda não se pronunciou

Redator: Eduardo Alb

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here