Aos 45 anos, morreu o último rinoceronte branco do norte do planeta, que residia no Quênia. O rinoceronte hétero, cis e branco veio a óbito. Só restaram duas fêmeas da espécie no planeta, porém ainda há expectativa de que seja possível a realização de clonagem de DNA.

Sudan, estava com idade avançada, então os criadores resolveram realizar eutanásia. A sua espécie entrou em extinção devido à caça comercial ocorrida no país.

Manifestantes do PSOL comemoraram a morte, afinal claramente se tratava de um opressor capitalista e patriarcal abusando de seu privilégio branco.

.

.

.

.

.

A notícia em questão é fictícia e possui teor meramente humorístico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here