Houve uma confusão na manhã da última quinta-feira (12), devido a uma horda de manifestantes de esquerda terem invadido uma loja da Riachuelo que fica em Curitiba na Praça Tiradentes número 616.

A confusão deu-se por conta de um grupo de pessoas ter confundido os esquerdistas com religiosos do seguimento Camdomblé só por estarem levando todas as roupas vermelhas e falando coisas sem sentido, mulheres falando com timbre de voz grave e homens com timbre agudo.

Logo o conflito foi encerrado da maneira que estão mais acostumados a encerrar; manifestaram-se a cerca de intolerância religiosa, intolerância ao tipo de voz e sobre a liberdade de usarem vermelho sem qualquer tipo de associação religiosa ou afins.

Todos abraçaram-se, galinhas foram mortas (em oferenda seguida de pedido de paz), velas foram acesas e fizeram petições para proteção de Lula.

A tropa de choque chegou ao local e dispersou os manifestantes rapidamente. As galinhas foram levadas e usadas num Strogonofe benificente na CRENVI (Casa de Reabilitação Nova Vida) que fica em um bairro próximo de onde aconteceu a manifestação. As velas seriam recolhidas, porém, um grupo de baloeiros levaram todas

(provavelmente para fazer buchas de balão).

Não houve feridos. Nossa equipe entrou em contato com o presidenciavel Favio Rocha (PRB), mas o mesmo não pronunciou-se sobre o ocorrido. Há boatos de que o empresário estaria muito feliz com a quantidade de roupas que fora vendida.




ATENÇÃO: Essa notícia possui caráter ficcional, com finalidade única de entretenimento. Nada contido aqui deve ser levado enquanto verdade, qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência.