O deputado federal Paulo Maluf (PP-SP), 86, chegou às 8h54 desta quarta-feira (20) à sede da Polícia Federal de São Paulo, onde se entregou para acatar a decisão do ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal), que determinou que o político comece a cumprir pena em regime fechado pelo crime de lavagem de dinheiro. Por volta das 11h, ele foi levado ao IML (Instituto Médico Legal) para exame de corpo de delito, e voltou à PF ao meio-dia.

Segundo a PF, como o mandado de prisão foi expedido pela Justiça em Brasília, Maluf terá de se apresentar na capital federal. A PF, no entanto, não confirma se o político será transferido hoje. Caso não seja nesta quarta-feira, ele ficará na carceragem, em custódia, até a transferência.

O inusitado da situação foi a tranquilidade com que maluf agiu e sua frase chocou a mídia ” Gilmar Mendes logo me solta”

A justiça brasileira está num patamar espantoso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here