A ciência e tecnologia avançam em passos largos, muita coisa tem mudado e tem tornado possível fazer diversos tipos de transplantes, inclusive transplante de útero, desde que o útero seja doado por uma pessoa ainda viva, para poder gerar uma criança e isso poderá ajudar a transgêneros poderem ter seus próprios filhos.

Nestes casos o prazo é uma ferramenta fundamental e determinante para que o útero transplantado dure tempo suficiente para poder gerar duas crianças, e o período de tempo entre as duas gestações devem ser curto, pois logo após, o órgão terá que ser retirado para que a paciente deixe de tomar medicamentos e para não acontecer uma rejeição.

Um estudo está sendo realizado por pesquisadores da Universidade de Liverpool, sobre a inovação do transplante em transgêneros. A pesquisa foi anunciada após a notícia do nascimento de um bebê no Reino Unido, gerado no útero de uma mulher, que está fazendo a transição de gênero de mulher, para se tornar um homem legalmente.

Segundo os pesquisadores, homens que se identificam como mulheres poderão engravidar futuramente, mas terão que fazer um tratamento altamente complexo.

Os profissionais do Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido, afirmaram que quando toda a pesquisa estiver pronta, os transplantes poderão ser feitos com dinheiro público. Segundo os pesquisadores, as pessoas terão condições de arcar com os custos desse tipo de gravidez e amparados pelas leis do país. Para o Dr. Alghrani, chefe da equipe de pesquisa, essa descoberta ajudaria a todos, não somente mulheres transgênero, mas homossexuais e heterossexuais.

Mesmo sendo um caso inusitado, os estudos estão progredindo de acordo com as afirmações da equipe médica de Liverpool, mas ainda sem data para os primeiros transplantes

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here