Um jovem da USP foi levado às pressas para um hospital público essa semana (Por incrível que pareça, não foi intoxicação de maconha). Segundo relatos, o jovem apresentava um trabalho sobre desarmamento civil e tería colocado uma arma em um chuchu na finalidade de provar sua tese de que armas matam pessoas.

Ao perceber que de fato quem mata as pessoas, são as próprias pessoas o jovem começou a se sentir mal e foi levado para o hospital. Ainda há quem diga que os estudantes chamaram o chuchu de “fascista”.

Em breve traremos mais detalhes.




ATENÇÃO: Essa notícia possui caráter ficcional, com finalidade única de entretenimento. Nada contido aqui deve ser levado enquanto verdade, qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência.