presidenciável Ciro Gomes (PDT) aparece na lista de propina da Odebrecht com o apelido “Sardinha”. Segundo matéria da Folha de S. Paulo deste sábado (30), não há informações sobre repasses ligados ao codinome. Mas o nome do FG está lá, junto, por exemplo, com o do presidente Michel Temer, chamado de “Sem medo”.

O Ceará News 7 já havia noticiado que Ciro está envolvido em escândalo do Consórcio do Porto do Pecém — daí talvez o nome “Sardinha”. O grupo Tecer, dono da Termaco, que dá as cartas no empreendimento, pagou palestra do pedetista com dinheiro repassado pela Marquise. A empresa de José Carlos Pontes, unida com Ivaí e Queiroz Galvão, era a responsável pela construção do empreendimento na gestão do ex-governador Cid Gomes.

Também vale lembrar que a Marquise, por meio de lobby de Cid, fez parte do cartel “Tatu Tênis Clube”, responsável pelas obras do metrô do Ceará. E — vejam só — quem era a empreiteira mais forte que comandava o grupo? Odebrecht.

Basta ligar os pontos: Odebrecht – Marquise – Cid Gomes – Ciro Gomes.

Ciro muito bravo

Segundo a Folha de S. Paulo, Ciro disse que “quem quer que se aventure a me envolver nisso será processado”.

Ciro Gomes estrebucha como peixe fora d’água.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here