A atriz de filmes pornográficos August Ames , de 23 anos, foi encontrada morta dentro de sua casa, na cidade de Camarillo, na Califórnia. O marido da atriz, o diretor de filmes adultos Kevin Moore confirmou o ocorrido. “Ela foi a pessoa mais gentil que conheci e era tudo na minha vida. Espero que o momento de luto da minha família seja respeitado”, afirmou.

A causa da morte de Ames , cujo verdadeiro nome é Mercedes Grabowski, é dada pelas autoridades como desconhecida. Ainda segundo os policiais, não há sinais de assassinato na cena do crime. Exames toxicológicos ainda serão feitos para determinar o que houve com a atriz .

Amigos de Ames, que preferiram não se identificar, acreditam que a atriz tenha cometido suicídio. Segundo eles, ela sofria de depressão há alguns anos e a gota d’água teria sido o assédio moral que Ames vinha recebendo de internautas nos últimos dias.

No dia 2 de dezembro, August Ames comentou no Twitter que se recusou a filmar uma cena com um ator que já havia feito filmes gays. Após o comentário viralizar, a atriz foi chamada de homofóbica por centenas de internautas. Mais tarde, ela comentou que a maioria das mulheres da indústria pornográfica se recusa a fazer cenas para proteger a saúde. “Eu não vou colocar meu corpo em risco. Não sei o que eles fazem em suas vidas privadas”, escreveu Ames.

A “explicação” da atriz revoltou ainda mais os internautas, que lotaram os perfis de Ames nas redes sociais com xingamentos. Segundo pessoas próximas de Ames, ela chegou a receber ameaças de morte através de mensagens pessoais. No dia 4 de dezembro Ames voltou ao Twitter e se recusou a pedir desculpas, mas escreveu que “adorava a comunidade gay e que não teve más intenções nos seus comentários”. No entanto, ela voltou a reiterar que estava protegendo seu próprio corpo. No mesmo dia, a atriz fez sua última postagem antes de morrer: “F#dam-se todos vocês”, escreveu.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here