Alunos da UNESP que apoiam Jair Bolsonaro serão ouvidos essa semana após serem acusados de praticar gordofobia em um “rodeio de gordas” na universidade. Segundo relatos, os jovens se aproximavam das estudantes acima do peso como se fossem paquerá-las e subiam em suas costas aos gritos de “Segura peão” e tentavam ficar o máximo de tempo possível em suas costas. Ao menos 50 estudantes participaram do jogo.

Os estudantes se justificarão em uma palestra na universidade, porém já foram processados pelas jovens vítimas da brincadeira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here