Brasília, Quinta-feira 12 de abril, o senador por Minas Gerais, Aécio Neves, após um mal súbito foi levado às pressas a um hospital do Distrito Federal.

A causa do mal estar ainda permanece desconhecida, entretanto, a suspeita de overdose de um pó branco erroneamente inspirado pelas vias nasais, surge com mais evidência, à medida que testemunhas afirmam terem visto o senador preso a uma maca dos paramédicos, enquanto gritava o nome do famoso pintor Romero Britto.

Ainda é dito que Aécio teria dito “é óbvio velho, vai doer pra caralho o meu braço”, “seu cu, meu cu?”, O que se leva a suspeita de injeção da substância por via venosa e até mesmo por via anal, já que esta mucosa possui enorme capacidade de absorção.

Por precaução, Aécio permanece internado para maiores observações de seu quadro. A redação da CBM continua aguardando novas informações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here